Feudalismo – queda e apogeu

Prezados leitores, vamos dar continuidade ao estudo sobre feudalismo – BIBLIOGRAFIA: CLARENCE  JOSÉ DE MATOS e CÉSAR A. NUNES

O sistema feudal conheceu o seu apogeu entre os séculos XII E XIII, quando iniciou-se uma crise geral e profundamente transformadora que conduziria ao seu declínio, nos séculos XIV E XV.

FEUDO era o local de produção dos bens necessários à sobrevivência da população. Era constituído por castelos e vilas – as unidades de produção essencialmente agrícolas. A economia feudal baseava-se na agricultura de subsistência, isto é, todos os bens produzidos destinavam-se à manutenção dos habitantes do feudo (SENHORES DOS CASTELOS E SERVOS PRODUTORES AGRÁRIOS). Naturalmente, numa economia desse tipo, voltada para terra, o poder econômico estava na mão dos grandes senhores feudais.

A propriedade da terra constituída a base do poder dos senhores feudais, que além disso detinham o poder militar, judicial e político, e se reservavam o direito de cunhar moedas.

O grande proprietário de terras, chamado SUSERANO, doava feudos a outro senhor de terras, que se tornava VASSALO.

A VASSALAGEM consistia num contrato de deveres e obrigações mútuas entre o SUSERANO e o VASSALO. Por esse contrato, o VASSALO ligava-se ao SUSERANO mediante os seguintes compromissos:

  1. Auxílio militar obrigatório por um período aproximado de 40 (QUARENTA) dias e durante as guerras;
  2. Auxílio financeiro ao SUSERANO, quando este participasse de cruzadas, e ao seu primogênito, a fim de armá-lo para as guerras.

Em troca, o SUSERANO se comprometia a proteger os VASSALOS e seus dependentes e a não tirá-los das terras. Se o VASSALO deixasse de cumprir as obrigações de vassalagem, poderia ser expulso da terra. Além disso, quando o VASSALO morria, seu primogênito tornava-se também um VASSALO, pagando ao SUSERANO uma taxa de transmissão do poder sobre a terra.  

Outra característica do feudalismo era o MILITARISMO. O VASSALO, depois de sagrado cavaleiro, defendia os domínios do seu senhor. A educação de um jovem VASSALO consistia no fortalecimento físico, na habilidade do manejo de armas, na prática de cavalgar e caçar e no treinamento para os torneios. Essa preparação militar era a condição fundamental para se tornar um cavaleiro. As guerras constantes constituíam os meios concretos de se aumentar as riquezas, pela conquista de novos territórios.

A sociedade feudal dividia-se em SENHORES e SERVOS. Os primeiros administravam seus bens – castelos, armas, terras, cavalos -, adquiridos pelas guerras, pelos saques, pelas revoltas. Os segundos cuidavam da produção, lutavam nas guerras e protegiam os castelos senhoriais.     

Pensamento político do dia    

“A inflação é a maior invenção política. Tão grandiosa que, se acabar, acabam os políticos”.

Ediel                                                                            

Anúncios

One thought on “Feudalismo – queda e apogeu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s